A coisa mais bela

Pra que chamar os deuses se nunca ouviram quando chamados? Vamos correr ao fogo que hoje a coisa mais bela é morrer na pátria incendiada O sol breu sobre o céu gris e a chama não impede a cobiça nas mãos do vencedor Vai pé caduco como puder para saudar tua cidade arruinada [T 1280, 1275. S 17]